segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Casamento Gay

Os Pastores Evangélicos Marcos Gladstone de 33 anos e Fábio Inácio de Souza, 30  fundadores da Igreja Cristã Contemporânea, oficializaram no último sábado dia 20, seus enlaces matrimoniais através de contrato. A Igreja já conta com tres unidades e cerca de 500 seguidores, a maioria do publico gay.
A Cerimonia foi celebrada pelo Pastor Justino e realizada no Rio de Janeiro nos mesmo moldes do casamento heterossexual tradicional na presença de vários convidados e com direito a cabertura da imprensa.
Vestidos em Trajes de Gala branco, os noivos enceram a cerimonia com o tradicional Beijo na Boca e deixa uma mensagem à sociedade: "Somos Gays, Cristãos e Cidadãos igual á vocês". Para selar a união o casal viajou para a Costa do Sauípe na Bahia onde passarão a Lua de Mel.
Tudo em nome de Deus e do Amor.
Longe de mim qualquer tipo de preconceito, mas é preciso rever o real significado da palavra. Até onde sabemos, Deus fez a Mulher para o Homem, a Cadela para o Cachorro, a Vaca para o Boi e daí por diante.
Não é nenhuma novidade que acontecimentos como este é uma afronta á uma sociedade brasileira e pode gerar precedentes perigosos porque? Não se assustem quando um(a) sujeito(a) qualquer decicdir oficializar publicamente o seu casamento com uma vaca, uma cadela, uma porca.

O que irei falar para os meus filhos... Isto é normal?

Gilberto Queiroz

22 comentários:

  1. Infelizmente esses são os tipos de "crentes" que mancham a palavra de Deus....

    ResponderExcluir
  2. 1-Não sou eu, e nem vc que deve dizer com quem qualquer um deve casar. Vc não iria querer q alguém dissesse q vc não poderia casar com sua mulher, por qualquer motivo que fosse, não é?
    2-Deus fez o boi pra vaca e os outros animais que você citou, para a reprodução, não para casamento. Bicho não casa, isso é invenção do homem.
    3-Não sou partidário do homossexualismo mas comparar um ser humano, só por ser homossexual com uma vaca, uma cadela ou uma porca é preconceito puro (desculpe). A pessoa q quiser casar com um animal, deverá ser levada à tratamento médico, um ser humano que quer casar com outro, mesmo q seja do mesmo sexo, não sofre dessa patologia, por mais que você discorde.
    4-O nome do blog é bonito, mas pergunto: existe alguma cultura q não seja nobre? Talvez aquela q vc não concorde, quem sabe? (será q por isso ela deixaria de ser nobre?)
    Não leve a mal, a divergência e o debate são sempre sadios.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Ola Rodrigo
    É óbvio que a partir do momento em que me proponho a partilhar idéias, eu estou ciente da exposição à criticas, que serão sempre benvindas.
    Com relação ao seu comentário, só tenho a dizer que não sou preconceituoso e não fiz comparação entre o Homem e Animal, até porque Os Animais não merecem.
    Contudo jamais vou concordar com certos absurdos da vida moderna em que o Homem insiste em destruir o que ha de mais precioso: Tudo que Deus nos deixou.
    É óbivio que ainda existe Cultura Nobre e entendo que seja toda aquela que pregue o Bem Estar Social sem promiscuidade.
    Um abração

    Gilberto Queiroz

    ResponderExcluir
  4. Caro Gilberto
    Eu em momento algum disse que você é preconceituoso (quem sou eu pra julgar?) O que disse é que aquele seu pensamento é.
    Sobre a comparação: a partir do momento q vc afirma em seu post que "primeiro se casa com alguém do mesmo sexo, em seguida vão querer casar com animais", vc compara. E depois se você acha que um animal não merece ser comparado ao ser humano, suponho q vc dê mais valor aos animais, não concordo mas respeito sua opinião. Assim como vc tem todo direito de não concordar com seja lá o que for (no caso, o casamento gay na igreja), não é esse o ponto. O ponto é q da mesma forma q eu e vc temos o direito de fazer e pensar o q quisermos, eles também tem, desde que não infrinjam leis, ok. Posso não concordar e nem apoiar, mas não acusar e discriminar.
    Sobre a cultura nobre, em meu ponto de vista todas as culturas são nobres, nenhuma é melhor ou pior que as outras e portanto, todas devem ser respeitadas, eu concordando com ela ou não.
    Mais um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Gilberto

    Andei muito atarefada nesses últimos dias, mas aqui estou e já me deparo com um post polêmico como esse, mas isso é bom.
    Veja bem, confesso que acho estranho um casamento gay numa igreja, não concordo, se quer que eu seja sincera. No entanto, penso que o amor deve ser livre, o importante é ser feliz.
    Eu acharia bacana um casamento no cartório para que os direitos do parceiro fossem garantidos caso haja comum acordo por parte dos dois.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Meu amigo Gilberto:
    Me perdoe por discordar. Quem sabe o que Deus gosta ou permite ou quer?
    Deus é amor, ninguém é capaz de negar. Deus se oporia a uma relação de amor apenas por se dar entre pessoas do mesmo sexo?
    Deixam elas de serem merecedoras de respeito?
    Há cientistas provando que o homossexualismo não é simplesemente escolha e sim determinado geneticamente...
    Acho sim que os dois têm o direito de serem felizes. Conheço muitos casais gay e entre eles, alguns infinitamente mais atuante em benefício do próximo do que alguns crentes que se dizem tementes a Deus.
    Quem ama Deus e crê em sua palavra não discrimina, não vê no outro uma ameaça. Quem ama a Deus vê no outro a obra Dele, pura e simplesmente. Se não quisesse Deus que existisse a opção homossexual, porque a criaria? Alguns dirão que o homem tem o livre arbítrio, mas quem crê em Deus sabe que não há livre arbítrio sem Sua vontade...
    Abçs!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia meus queridos amigos...
    Fico muito feliz com os seus sabios comentários e respeito todas as opiniões.
    Apenas para resumir o que escrevi neste post é que longe de mim qualquer tipo de preconceito, embora sabendo que este tema é extremamente polêmico, o intuito é para refletirmos sobre os conceitos do amor nos tempos atuais.
    É verdade que ninguem sabe a opinião de Deus, mas partimos do principio de que Deus nos deixou muita coisa, entre elas o Amor ao proximo, todavia, este Amor vem sofrendo transformações inimaginárias, onde o Homem é o principal culpado por essas tranformações e o pior, neste caso em Nome de Deus. Lembrando que nao fiz comparações com os animais, afinal de contas os animais da mesma espécie, não se auto-destroem e não inventam.
    É muito fácil acharmos bonito e salutar estes acontecimentos quando ocorre com os outros e pouco sabemos as frustações sofridas por um irmão e seus familiares quando se deparam com estas situações, mas imagino que seja muito dificil e poucos gostariam de ver o marido de seu filho ou a mulher de sua filha bater a sua porta procurando-o(a). Não seria constrangedor?

    Gilberto Queiroz

    ResponderExcluir
  8. Oi !

    Seu blog é bem bacana, e eu já lí matérias bem legais aqui, parabéns !
    Você faz parte do diHITT né ? Pois é, eu estava vendo outras redes sociais, como o Rec6, o Linkto, o Linkk, e aí achei um novo, muito legal, que acho que vai ajudar você á divulgar ainda mais seu ótimo blog.
    O nome do site é PC Chip, o link dele é http://www.pcchip.com.br

    Acho que você vai gostar, viu !

    E mais uma vez, parabéns pelo blog, tá bem legal, adoro !

    Beijo !

    Fernanda

    ResponderExcluir
  9. Bem não me sinto qualificada para julgar, porque acho que nenhum ser humano o é. Não tenho nada contra gays e outros. Na minha familia somos em 6, sendo que tenho um irmão gay que amo da mesma forma que os demais. O evangelho, segundo eu sei, são as boas novas de salvação de Deus para nós indignos pecadores. O coração amorável de Deus está aberto a todos, no entanto, essa prática é abertamente condenada, até onde eu li nas Escrituras. Deus ama o pecador mas abomina o pecado. Casamento Gay e Evangelho não combinam. Conheço uma pessoa que era gay e aceitando o evangelho, abriu mão dessa prática. Desculpem-me discordar. Essa é a minha opinião.

    ResponderExcluir
  10. A Palavra de DEUS é única e eficaz e não muda, quem muda o sentido das coisas é o homen.
    o que a bíblia diz a respeito:
    Romanos1:
    25 Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
    26 Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    27 E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

    PRECISO DEIZER MAIS ALGUMA COISA????

    ABS

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo artigo.

    Este assunto é algo muito polêmico, porque insere um questionamento na célula fundamental da sociedade: a família.

    Aqui estamos diante do ponto de enlace religioso pretendido nos textos bíblicos.

    Não me julgo apto a emitir uma opinião de aceite ou negação do homossexualismo, posto que o considero algo “da natureza”. Creio que, a exemplo do que ocorre na natureza, os instintos são muito ativos nas pessoas que seguem tais tendências.

    Na natureza, há homossexualismo entre cães, caprinos, ovinos...

    Por outro lado, seres humanos estão além das limitações dos instintos. Neste fundamento, a execração moral é um ato humano, não genético.

    O que me admira, na verdade, é o descaramento dos ditos “pastores” que querem seguir um código que explicitamente condena o homossexualismo.

    É preciso que nasça um “Jesus Gay” para haver este tipo de religião...

    Nestes termos, sou a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo, por ser esta uma liberdade do indivíduo, mas fico chocado com a posição religiosa que deveria, em nome de todos os que aceitam o código cristão, ser publicamente desmascarada e exposta ao ridículo.

    A religião é um “clube de condutas”. Nos clubes sociais, se estiver dito que crianças não podem usar a piscina dos adultos, então, o sócio que infringe a regra é convidado a se retirar.

    Fico agora a pensar que a religião cristã não possui unidade...através dos "pastores" (que tipo de pastores são estes????) as próprias palavras de edificação ficam alteradas...eles vão ter de fazer a versão da “Biblia Gay” e outras coisas...e até incluir citações novas dos apóstolos... aonde isto vai dar?

    A religião de hoje tornou-se um mero clube de arrecadação sem tributação... o estado é culpado, deveria cortar os subsídios a todas ou pedir provas de que fazem um trabalho de real integração social (há pastores homicidas, ladrões de divisas, padres e pastores pedófilos e outros abusos... como dar suporte econômico a esta laia?????/) assim, a imundície já faz parte de seu contexto a um bom tempo... vivemos um tempo muito parecido com os últimos dias da Grécia... lá também, o homossexualismo desafiou as leis... pouco tempo depois, fim, a Grécia virou romana.

    E os últimos dias do império romano...bacanais que custaram caro... a integridade foi solapada.

    Agora, o risco do poder homossexual quer dividir a sociedade, dividir a família, dividir a religião, dividir tudo.

    Bem, há no grego uma palavra muito interessante sobre este ato de "dividir". Chama-se "daimon".

    Disto nascem os derivativos em português: demo, demônio, demoníaco e o próprio diabo.

    A divisão, aliada a um ímpeto passional, resulta neste flagelo...

    A religião então cria uma conotação ao mal, passando por este critério... o diabo faz sexo anal.

    É bíblico... sodomia é a palavra que melhor descreve este atributo.

    Como será que estes pastores vão descrever o ato de Deus ante Sodoma e Gomorra?

    Como irão pregar a salvação para a tribo que se unifica para fornicar em sodomias dos tempos modernos?

    Não vou julgá-los... porque isto é feito pelos textos a quem tentam se justificar... mais fácil seria se estes pastores seguissem a um filósofo homossexual, faria mais sentido e não incorreriam nesta verídica e milenar admoestação.

    Mas como o dinheiro fala mais alto...100 reais de cada membro, dá uma boa lua de mer.. no Sauipe.

    ResponderExcluir
  12. Ola meus amigos...
    Primeiro agradeço a todos que participam deste tema polêmico com as suas respectivas opiniões.
    Como é de praxe em todos os artigos que eu escrevo, exponho o meu ponto de vista e não poderia ser diferente neste.
    Se queremos uma sociedade mais justa e digna de respeito, em primeiro lugar precisamos respeitar as leis, principalmente as divinas que constam nas escrituras.
    Assim como a minha amiga Re o Prof Luiz Klein disse tudo. É extremamente preocupante o futuro das próximas gerações, já não temos mais nas escolas os prinicpios básicos da educação humana, já vimenos numa sociedade temerosa á violência exacerbada, entre outros desafetos, agora com episódios como este certamente serão criados precedentes para coisas ainda piores.
    Não se trata de preconceito e nem julgamento ao fato de existir relaçoes entre seres do mesmo sexo. A quastão principal é a ousadia de usarem o nome de Deus e a prática oficial de atos sagrados, principalmente entre pessoas que teoricamente deveriam representar a imagem e semelhança de Deus.
    Como eu ja citei em comentário anterior: Como iremos explicar aos nossos filhos, netos e as crianças que esta prática é normal?

    Um abraço á todos...

    Gilberto Queiroz

    ResponderExcluir
  13. (Gênesis 2:7) - E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.
    (Gênesis 2:20) - E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea.
    (Gênesis 2:22) - E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.
    (Gênesis 2:23) - E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.
    (Gênesis 2:24) - Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.
    Por acaso Deus mandou o Homem viver e casar com outro homem? claro que não.
    Pessoal por favor criem juizo e procurem conhecer os mandamendos do Senhor para nós.
    Não se deixer enganar pelas ciladas do diabo.

    ResponderExcluir
  14. Fim dos Tempos. Sodomia!
    Homem + Mulher= Filhos!

    ResponderExcluir
  15. De boa... a vida é deles, eles fazem o que quiser, pelo menos DEVERIA ser assim.

    Religião não deveria tentar influenciar na vida das pessoas, mas sim trazer paz de espirito pra elas. Religião tem uma péssima mania de se intrometer na vida e pensamentos da sociedade, o que devia ser apenas um 'descanço/apoio' para o 'espirito', acaba se tornando um partido de direita. Por essas e outras que sou ateu, não há porque crer em algo que tentam me impor.

    ResponderExcluir
  16. Geraldo, posso até não concordar com tudo q disse o Prof Klein (apesar de concordar com a maior parte), mas ISSO É UM TEXTO q expõe opinião de forma sábia.
    Professor, só não esqueça que a Bíblia é um livro polissêmico, portanto as regras do "clube" podem mudar...(o q pra mim não faz diferença pois não pertenço a tal clube)

    ResponderExcluir
  17. Essas pessoas não conhecem a palavra de Deus e acabam desmoralizando o evangelho.

    ResponderExcluir
  18. Ou não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus ? Não vos
    enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem
    sodomitas...
    Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes
    santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e
    no Espírito de nosso Deus."(1 Co 6.9-11 ).

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Nossa que tema polêmico...muita discussão vai rolar!
    O mundo evoluiu, não vivemos mais na idade média. E as religiões têm que se adaptar aos padrões atuais, caso contrário, perderão adeptos.
    Achei super interessante a união contratual do casal homossexual, principalmente por serem ambos, seguidores de uma religião cristã (conhecida pelas regras tão rígidas).
    É isso aí...abaixo o preconceito!
    Abraços, Fernanda pautajornalistica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. na verdade eu estou indo com o casamento gay, acho que é uma grande loucura, acredito que este mundo está ficando pior, eu gosto de saber que os nossos filhos ver este exemplo

    ResponderExcluir
  21. Uma Sociedade justa e digna de respeito, não se faz com promiscuidade.
    Não se pode confundir Respeito com preconceito.

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua Opinião