segunda-feira, 25 de abril de 2011

Me ofereceram um emprego

Gente...! Me convidaram pra ser politico Acredita?

E eu Aceitei... desde que politico:

Não mentisse,
Não se escondesse do povo,
Trabalhasse no mínimo 8 hs por dia,
Fosse remunerado como um trabalhador,
Não permitisse que as faculdades virassem comercio lucrativo,
Que as escolas não fosse pontos de encontro de jovem,
Não deixasse as pessoas morrerem nas filas de hospitais,
Que os Professores e Policia tivessem salários justos e compatíveis,
Que desse emprego a quem realmente quer trabalhar,
Que os orgãos públicos não se chamassem Canseira,
Que valorizasse a mais nossa cultura.
Não permitisse devastar nossas florestas e nem poluir o ar e os nossos rios,
Que não cobrasse tantos impostos de quem trabalha,


Ele não deixou eu acabar de falar e exclamou: Pare...!
As suas idéias são ótimas, mas assim você não serve pra ser político porque, como Vereador na sua cidade você iria ganhar mais de R$ 6.000,00/mês. Como Deputado Estadual mais de R$ 12.000,00/mês fora outros benefícios como 13o, 14o, 15o salários, férias e ressessos frequentes, entre outros e você ainda poderia se aposentar com apenas dois mandatos de quatro anos.
Detalhe: Você não iria precisar fazer tudo aquilo que me falou...


Ahhh gente..., é difícil resistir, não é mesmo...?

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Tiranos e Fantoches


Neste show chamado vida
vejo o público reclamar
Crianças me faz sorrir
Adultos fazem chorar
A natureza implora
Cuidem bem de mim agora
Ou ninguém vai escapar

Já transformaram o planeta
Sua vala da maldade
Invadiram as florestas
Sem dó e sem piedade
Culpando os ancestrais
E matando os animais
Tamanha a crueldade

Muita gente de fantoche
Num cenário Assustador
Com drogas pra todo lado
Violência sem pudor
Castigando a maioria
Vestidos de tirania
Abdicam do Amor

Como mero transeunte
Só resta recomendar
Não prestigie este show
Pra esta história mudar
Tenham Deus no coração
Perdoe e peça perdão
Pra vida não acabar

"Este Poema é um retrato do egoísmo e ambição humana vivido em um mundo capitalista onde é difícil distinguir quem é mais selvagem: O homem ou o Animal.
É preciso mais Amor ao próximo menos ganância para que possamos viver em harmonia".
Gilberto Queiroz

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Foi pensando em você


Foi pensando em você
Que tudo se transformou
Fiz da vida um paraíso
O que era escuro brilhou
No coração que sofria
Foi surgindo Alegria
Motivado pelo amor

Como o brilho das Estrelas
E o romantismo da Lua
Clareiam noites escuras
Mostra a vida nua e crua
Não temem a tempestade
Sem modéstia ou vaidade
Faz da minha vida a sua

Entre a chuva e o sol
Surge o frio e o calor
Dias de muito trabalho
Noites de muito amor
Na cidade ou na fazenda
Até na sombra de uma tenda
Te desejo com fevor. 

        Gilberto Queiroz